Follow Ella

30/04/12

Quem és tu?


-muito bonito...mesmo!...tu quando falas conversas .
-sem gozo ?
  • -sem gozo  .  
    estou a ser sincero .
    • -vou roubar  
      'tu quando falas conversas' um dia ainda aplico isto a uma personagem .
      • -roubar o que ? 
        não precisas de roubar... eu dou-te .
      • -sabes que só o escrevemos o que sabemos . ninguém escreve do que não sabe, do que não viu. do que não sente . . .  e se escreve ninguém vai ler sentido ou com sentido. e eu so escrevo do q sei,  do que me rodeia, do que me inspira.
        -estou a inspirar?

        (já nem sei se te respondi. estás. como nunca imaginei).
        Até amanhã ao acordar.

        ELLA

23/04/12

what you might want from the future..

they meet up for the first time today, with your heart and your intuition providing some hints to both what the future might hold 


um dia juntos um dia assim ..


ella

As vezes. Nem sempre. Mas quando acontece é eterno.



e assim se deixa o improvável acontecer. de quando em vez e quiçá um dia, nesse dia que será para sempre.

Ella

22/04/12

Amo


Adoro onde vivo. Mas esse é o verbo. Adorar. Adoro as pessoas, o postal da cidade, adoro os sotaques e os ataques menos furiosos das pessoas. Adoro a proximidade, adoro o charme dos homens e o estilo das mulheres. Adoro os preços e os adereços. As noites as ruas e a baixa. Adoro os poucos que adoro. Adoro ser feliz aqui.

Mas o meu amor sempre será a luz de Lisboa, o calor de Lisboa, as aberturas e saídas que Lisboa me dá, onde lá ficam quem sempre Amo. Onde a amplitude do meu eu é maior. Um grande amor trás sempre uma ilusão maior, desgostos maiores. Por isso volto a norte onde entre o amar e o adorar, fico eu e sempre na certeza que poderei voltar para os braços de quem não só me adora também me ama. É como tudo na  vida não é?

Ella

09/04/12